sexta-feira, 20 de agosto de 2010

SIMBIOSE












A Vida traiçoeira como é...
deixa na alma uma marca de dor
e nós vivemos com medo e esperança
olvidando um passado de bonanza.
Nas lembranças que passam como o vento
nas folhas secas que voam e flutuam no ar
olho para cima e vejo o firmamento
com miríades de estrelas cintilando,
enquanto a sombra pugila com a noite
tentando abrir caminho para a luz
perdendo cada espaço conquistado
quando o sol cria vida pelos campos
cobrindo a paisagem de luz.
A vida se anima radiosa ao redor
abrindo um cenário de encanto e magia.
Custa-me a crer que tenha estado um dia
humilde, apreciando tamanha maravilha
com o coração transbordando de alegria
na simbiose de esperanças e amor.

Geraldo de Azevedo

2 comentários:

ROSA SONHADORA disse...

Parabens meu bom e doce anjo,como sempre esta uma maravilha, beijos

Marly Oliveira disse...

Parabéns querido, excelente poesias, onde as maravilhas da vida e do mundo, são sempre bem apreciadas.