quarta-feira, 4 de novembro de 2009

MANOBRA DO GOVERNO ADIA VOTAÇÃO DO AUMENTO PARA OS APOSENTADOS.

Aposentados lotam plenário para acompanhar votação adiada/ Foto: Rodolfo Stuckert/Agência Câmara.
-------------------------------------------------------------------------------------------------
Brasília - Manobra do governo realizada nesta quarta-feira pelo deputado João Carlos Bacelar (PR-BA) impediu que a proposta de reajuste para aposentados e pensionistas fosse votada na Câmara dos Deputados. A assessoria da Câmara dos Deputados informou que, dependendo da pauta, a votação passa para a próxima semana, mas se a pauta estiver cheia, não há previsão para a votação.
Bacelar, relator da Medida Provisória 466/09, pediu prazo de uma sessão para apresentar seu parecer às cinco emendas do Senado para a MP, que muda as regras do subsídio concedido à geração de energia por termelétricas nos estados da Região Norte.
Como o pedido é regimental e a MP tranca todos os trabalhos, sua análise foi adiada e os deputados não poderão discutir nesta quarta-feira o Projeto de Lei 1/07. Uma emenda do Senado a esse projeto, já aprovada pela comissão especial, concede a todos os aposentados e pensionistas o mesmo índice de reajuste dado ao salário mínimo.
O governo não quer votar a emenda argumentando que as despesas adicionais para a Previdência Social seriam da ordem de R$ 6 bilhões.
E mais uma vez os aposentados fazendo papél de palhaços, e agora? votar para que?

Um comentário:

Sandra Helena Queiróz Silva disse...

Agradeço sua visita ao meu Blog e aos elogios.Um excelente final de semana.
Nossos políticos não tem jeito,pena que o povo(maioria)estão em estado letárgico.Eles são feras em pintar e bordar...