quarta-feira, 11 de julho de 2007

YOLANDA CARDOSO




Morreu nesta terça-feira, no Rio de Janeiro, aos 78 anos, a atriz Yolanda Cardoso. Ela estava internada havia uma semana no Hospital Álvaro Ramos, em Jacarepaguá, na zona oeste.


O enterro será nesta quarta-feira, às 11h, no Cemitério Jardim da Saudade, em Sulacap, também na zona oeste.
Vítima de falência múltipla de órgãos, a atriz, que sofria de pneumonia, vivia desde 2001 no Retiro dos Artistas, também em Jacarepaguá, instituição que acolhe artistas idosos que, além de ter uma casa para morar, recebem alimentação, fisioterapia e cuidados em um salão de beleza.
Nascida em 28 de setembro de 1928, Yolanda, em seus 35 anos de carreira, viveu mais de 40 personagens em trabalhos de televisão, incluindo "O Direito de Nascer", na extinta TV Tupi. Ela também participou da primeira temporada do "Sítio do Pica Pau Amarelo", na Rede Globo, e do seriado "Os Bandidos da Falange".
Um dos últimos trabalhos na televisão foi o episódio "Filho Porque Qui-lo", onde a atriz interpretou a personagem Carolina Koifner, no programa humorístico Sai de Baixo, em 1998. Ela nem se lembra mais qual foi o seu primeiro trabalho. Pudera, em 35 anos de carreira, Iolanda Cardoso se perde em meio a tantas recordações. Entre a TV e o teatro, foram mais de 40 personagens interpretados. Seu início “oficial” de carreira foi na TV Tupi, onde participava dos chamados “grandes teatros”. Porém, Iolanda considera a Globo o seu ponto de partida. Lá, seu primeiro trabalho foi o “Sítio do Pica-Pau Amarelo”, ainda na primeira versão. Depois disso, não parou mais e foi para os seriados, “casos verdade” e novelas - foram mais de 15. No teatro, Iolanda atuava na companhia de Fernanda Montenegro.
Entre suas atuações que tiveram mais destaque estão o badalado seriado “Os Bandidos da Falange”, no qual interpretava a Dona Neném da Baixada, ao lado de José Wilker; e a novela “O Direto de Amar”.
Ela sempre se recorda do dia que conheceu o Retiro dos Artistas, junto com a grande amiga Beatriz Veiga: “Eu queria conhecer o retiro e ela me trouxe. Fiquei encantada! Lembro que tomamos um chá aqui enquanto eu ficava admirada com o local. Hoje, já há quatro anos aqui, me sinto muito feliz!”.


fonte: www.retirodosartistas.org e Agencia Estado

Nenhum comentário: